Idealizações: um mal desnecessário!

disturbed-1301200_1280

Olá amigos do blog, sejam novamente muito bem-vindos. É com grande alegria que escrevo mais uma vez pra vocês. Hoje eu vou falar sobre um mal que nos faz traz sofrimentos extremos, um mal que destrói a nossa vida e a vida das pessoas que estão ao nosso redor: as idealizações.

Desde criança, começamos a idealizar a vida. Acreditamos que nossos pais são heróis, perfeitos e que não erram nunca. E assim, aos poucos, vamos também idealizando a nós mesmos, nos colocando no mesmo patamar deles, indestrutíveis.

Até aí tudo bem, faz parte do nosso desenvolvimento. Acontece que temos que utilizar a nossa razão para, assim que estivermos aptos a decidir, repensar os modelos que concebemos e aceitamos. Muitas vezes, esses modelos são frutos da nossa própria imaginação, não tendo nada ver com o tipo de educação que tivemos, e sim como a percebemos.

E assim, crescemos. Exigindo demais de nós mesmos e dos outros.

Acreditamos em contos de fadas, em príncipes encantados. Passamos a vida buscando atender as necessidades que a sociedade e os outros nos impõem. Acreditamos que precisamos fazer faculdade pra ser feliz, casar pra ser feliz, ter filhos pra ser feliz, ter mais filhos pra ser feliz. E de repente, passamos por estas coisas e ainda assim a tal felicidade não vem. E aí?

E aí que a culpa não é do outro, é nossa. Temos que dar um basta e aceitar o que realmente queremos, assumir nosso verdadeiro eu, independente do que vão pensar de nós. Nada disso é requisito para a felicidade, a felicidade só pode ser encontrada dentro de nós mesmos.

Enquanto formos pessoas metades, dependente de coisas, pessoas e sistemas para sermos felizes vamos sofrer, não tem jeito. O outro nunca vai nos completar, nunca! O outro é o que é, dá o que pode, e se você olhar bem pra si mesmo verá que é tão imperfeito quanto ele.

Não idealize o namoro, não idealize a faculdade, o casamento, o ter filhos. Todas estas etapas podem ser cumpridas ou não, desde que esteja de acordo com as suas verdadeiras escolhas. Apenas não coloque a sua felicidade nisso ou, caso contrário, irá sofrer. Se dependermos disso para sermos felizes, quando nossas expectativas não forem alcançadas iremos sofrer. Assim, entregamos o poder ao outro ou às coisas, o poder do nosso bem-estar. E este poder só deveria estar em nossas mãos.

As pessoas são como são, com defeitos e imperfeições, mas também com amor e qualidades que precisam ser potencializados. Não foque no que você gostaria que o outro fosse, foque no que ele é. Não firme compromisso com o outro, firme compromisso com o amor que você tem por ele. Se quer amor, ame. Se quer carinho, dê carinho. O universo sempre te trará de volta o bem que você fizer, mesmo que seja por pessoas completamente diferentes daquela a quem você ajudou e amou. Confie!

Acredite que é muito mais leve e edificante amar a vida pelo que ela é, amar as pessoas reais, do que viver em um mundo ilusório que pode ser destruído a qualquer não recebido.

Aproveite a vida e as pessoas da melhor forma possível, ame sem esperar retorno. Felicidade é proporcionar felicidade. Enquanto não focarmos nossa vida no amor verdadeiro, iremos sofrer. O real é a empatia, o ilusório é o egocentrismo.

Uma excelente semana de quebra de idealizações para todos nós!

Meditação

59. Busque a felicidade por aquilo que é real.

 

 

4 comentários em “Idealizações: um mal desnecessário!

Adicione o seu

  1. Oi Maria. Cada vez que leio os seus textos tenho vontade de ir pra rua começar a mudança kk. Sei que não é assim, temos que ser fieis no pouco ne?! Vamos nessa e parabéns.

  2. Ana que lindo o seu Blog!! to apaixonada pelos artigos que você redige! Estou lendo e compartilhando com todos os leitores de uma página que criei no facebook chamada Diário de Bordo ! Gostaria de saber se você possui redes sociais e se publica neles, para que eu possa estar compartilhando seus textos com o máximo de leitores que eu puder . Fique com Deus

Deixe uma resposta para Ana Cerqueira Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: