Ano novo, vida nova! Será?

change-948020_1920.jpg

Olá amigos, é um prazer estar de volta ao blog. Desejo que façamos de 2016 um ano cheio de mudanças, focadas no que é real e não ilusório.

Todo novo ano traz com ele uma sensação de esperança, de renovação, e geralmente estabelecemos um milhão de metas, um milhão de coisas pra fazer, nos empolgamos! Fazemos as nossas listinhas, desejamos para todos que o ano novo traga com ele só coisas boas, e essa sensação dura talvez até o carnaval.

E começa tudo de novo. E assim sucessivamente.

Mas qual é o grande problema? Por que desanimamos e (geralmente) não cumprimos tudo que prometemos? O problema é que criamos metas não realizáveis. Exigimos de nós a concretização de tudo que não realizamos no ano anterior e achamos que vamos conseguir assim, num piscar de olhos. Tudo isso porque temos o pensamento ilusório de que um novo ano vai mudar tudo. Engano nosso! O ano só muda no calendário, a mudança real tem que ser feita dentro de nós.

Enquanto não pararmos de esperar do outro (e do ano novo) que eles tragam e sejam a nossa salvação e felicidade, continuaremos no mesmo lugar em que estamos, desperdiçando um ano inteiro de oportunidades.

Para que as coisas aconteçam precisamos estabelecer metas pequenas e valorizar cada conquista, assim, nosso cérebro vai se acostumando e se autoprogramando para novas realizações. Não tenha pressa, respeite o seu limite, perceba quando é hora de mudar o rumo e, principalmente, que você não é (e não precisa ser) perfeito.

Faça de 2016 um ano de evolução interior. Cuide do que realmente importa, que é o amor que está dentro de você e que precisa ser distribuído ao mundo. Não reclame, não se compare, não julgue. Não guarde mágoas, raivas, tristezas. Não se destrua e não envolva o nosso planeta em energias negativas. Confie em si e na vida. Acredite e siga em frente. Deus está ao nosso lado e sabe do que realmente precisamos. Tenha gratidão por tudo que tem em vez de cobiçar as coisas dos outros, corra atrás dos seus sonhos e objetivos e não espere que eles batam na sua porta.

Aproveite essa sensação de renovação e aja! Tome as rédeas da sua vida, se ame primeiramente para poder amar o outro, sem desejar nada em troca. Faça suas escolhas baseadas no que você realmente quer e não no que o outro (ou a sociedade) espera de você. A garra e a força estão dentro de ti, mas é preciso coragem para enfrentar e se enfrentar, para se assumir como o ser humano lindo e único que você é. Ame-se!

Para que o ano seja realmente novo é preciso que nós nos tornemos novos. Não adianta virar o mês, o ano, se continuamos com a nossa roupa velha. Lembre-se que remendo novo não cabe em roupa velha.

Vamos fazer deste ano o que sempre desejamos, um ano de coisas boas, mas para isso é preciso que nos tornemos, um pouquinho a cada dia, uma pessoa boa.

Um grande beijo no coração de cada um e até domingo!

Meditação

50. A preguiça e a acomodação estagnam.

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: