Orgulho e perfeição!

file000722893590

O orgulho é a vaidade da perfeição. Nos achamos maravilhosos, corretos, melhores e não nos assumimos como imperfeitos. Somos imperfeitos sim! Erramos, acertamos, erramos novamente e assim seguimos o nosso caminho de evolução.

Ficamos doentes, passamos para o nosso corpo toda a nossa frustração por não ter atendidas as nossas idealizações de sermos sempre mais. Nos cobramos e cobramos do outro o que não podemos dar e transformamos nossas vidas em um sofrimento sem igual.

Queremos que tudo e todos ajam de acordo com os nossos padrões de perfeição, queremos e exigimos do outro uma atitude, um comportamento que traga-nos a segurança e o reconhecimento que precisamos para sermos felizes.

Metades que somos! Não respeitamos o outro com suas limitações, não admitimos opiniões diferentes da nossa, vivemos em um mundo de ilusões e saímos da realidade de que somos únicos. Cada um tem a sua digital, cada um tem os seus conteúdos, a sua carga de amor e egocentrismo, a sua bagagem espiritual e de experiências.

Julgadores que somos! O que sabemos da vida do outro? O que sabemos sobre o que ele passou ou passa nesta vida? Quanto de amor estamos colocando nas nossas relações?

Hipócritas que somos! Falamos sobre respeito, preconceito, política, e não enxergamos um palmo à nossa frente. Não percebemos que tudo começa pelo que somos, pelo que damos de exemplo e pelo tanto de Deus que potencializamos no nosso ser.

Chega! É hora de dar um basta no nosso sofrimento, entender que damos o que podemos, que somos limitados e que não vamos salvar o mundo. Seja fiel no pouco, faça o melhor que puder e saiba que esse melhor não será o perfeito, mas será tudo o que você pode fazer. Faça TUDO com amor que o Universo te trará este amor de volta, muitas vezes por aquela pessoa que você menos esperava.

Ame, faça sua parte e não se cobre. Ame-se primeiramente para poder amar o outro. Respeite o seu limite para poder respeitar o limite do outro e nunca, mas nunca se esqueça que Deus está dentro de você, mas também, está dentro do seu irmão.

Seja feliz com suas escolhas, erre e levante-se. Pense sobre o que realmente importa nessa vida e o que você pode levar dela. Mágoas, sofrimento, tristezas, frustrações só te causarão doenças e a vida é muito curta para jogá-la fora. Aproveite a oportunidade e lembre-se que no final, como dizia Madre Tereza, é sempre, sempre entre você e Ele.

Um grande beijo no coração de todos! Bora acordar e ser feliz hoje!

Obs.: olha a meditação que bateu certinho com o texto que escrevi (antes de lê-la). O Universo realmente conspira!

Meditação

  1. O orgulho limita.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: