Não vai pelo amor, vai pela dor!

holzfigur-980784_1920

Olá amigos, espero que todos estejam muito bem. Hoje vou falar sobre uma frase que é corriqueira na nossa sociedade, que aprendemos dos nossos pais, que aprenderam dos pais deles e assim por diante, mas que nunca perde o seu valor: ou vai pelo amor ou vai pela dor.

Sempre falo aqui no blog que nascemos para evoluir.  A evolução é certa, em tudo e em todos, e virá pelo amor ou pela dor.

Na grande maioria das vezes escolhemos a porta larga, o que é mais simples e fácil para nós. Gostamos de quem gosta de nós, ajudamos quem nos ajuda, amamos quem nos ama e assim, hipócritas que somos, achamos que estamos fazendo o bem. E seguimos o nosso caminho egocêntrico e cheio de ilusões, como pessoas metades que somos em busca da nossa outra parte.

O problema é que enquanto não entendermos que esta outra parte está dentro de nós, viveremos na expectativa e frustração de nunca encontrar a felicidade. O amor tem que começar dentro e por si. Não há como amar ao outro se você não se amar, não há como evoluir pelo amor se escolhermos idealizar a nós mesmos e ao outro. E assim, evoluímos extremamente devagar, como uma tartaruga, aprendendo apenas na dor, na perda, na desilusão e na decepção. Só aprendemos quando nos machucamos, e às vezes, precisamos nos machucar ainda mais.

Quanto tempo teremos a perder ainda com a dor? Quanto tempo da nossa vida ainda desperdiçaremos com o orgulho, o desamor, a incompreensão, o desrespeito, o preconceito e com essa nossa estúpida mania de nos achar melhores do que os outros?

Será que já não sofremos o bastante? Será que não vale a pena sacudir a poeira, levantar, parar de ser crianças colocando chupetinha quando as coisas não acontecem como idealizamos que elas aconteçam?

Até quando esperaremos que o outro seja quem ele não pode ser? Até quando ficaremos vivendo em um conto de fadas onde tudo é perfeito e onde esperamos que todos atendam as nossas expectativas? Até quando pais e mães irão destruir seus filhos querendo impor a eles os seus desejos que não foram realizados. Até quando casamentos serão desfeitos por terem sido constituídos apenas por ilusão ou ganhos, sem amor?

Vamos parar de uma vez por todas de colocar a culpa no outro por nossas frustrações. Vamos parar de jogar energia negativa para o mundo, de focar no mal do outro, seja ele seu familiar ou mesmo o governo. Faça a sua parte, seja fiel no pouco. O mundo está desesperadamente precisando de amor, a dor não pode vencer. Se cada um fizer a sua parte, o seu pouco mas o seu melhor, não tenham dúvidas que a vida retribuirá para todos.

É hora de renovação, é hora de doação. Faça do mês abençoado de dezembro um mês de fraternidade, de lembrança do verdadeiro sentido do Natal, que é o nascimento daquele que, com o mais puro e único amor veio nos ensinar o verdadeiro caminho da evolução.

Uma excelente semana para todos e um grande beijo de muito amor no coração de cada um.

Meditação

49. Não atormente o seu viver, fique de pé novamente e ande para frente, se redescobrindo sempre em evolução, evitando errar novamente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: